EPMV

A EPMV (essenciais Por marta V)

junho 05, 2014

Sou uma sonhadora. Nasci e cresci com a ideia que todos devemos ajudar não só quem nos pede de mão estendida, mas quem olha com olhar triste, ou com olhar de cobiça.
Esta influencia vem do meu pai, que quando via nos supermercados crianças cujos pais não podiam oferecer a guloseima ou o gelado por falta de dinheiro, se aproximava, pedia licença e oferecia à criança o doce, e logo ali preenchia um coração.
Vi esta situação vezes demais. Entranhou-se em mim e creio que foi isso que fez de mim a mãos largas que sou. 
Ninguem morre por falta de um batom ou de uma paleta de sombras, ainda assim, até há bem pouco tempo agi como benemérita enviando para várias pessoas maquilhagem, cremes que comprava com o meu dinheiro , a maior parte propositadamente para oferecer, por ter pena que tais pessoas não tivessem. Tenho perfeita noção que mais de 70% dessas pessoas podiam muito mais que eu, e posso afirmar que a mesma percentagem me virou costas, porque o "encosto" é um vicio, e quando paras de dar, levam-te a mal. 
Como não sou rica, nem tenho nenhuma marca minha, e ainda se tivesse não seria para oferecer mas para vender, deixei-me disso. Mesmo. Guardo ainda alguns produtos que enviarei assim que puder de passatempos que tenho em atraso.
De resto, por muito que goste de dar, não voltarei a fazê-lo às minhas custas. 
Mais uma vez, dou razão às bloggers mais antigas que não fazem passatempos do proprio bolso. 
Deixam com marcas e estas responsabilizam-se por tudo.
Isso não faz que respeite menos os meus seguidores, mas afasta pessoas inconvenientes, interesseiras e de má indole de mim, protege-me. 
Ja tive muitos dissabores , não me estou sequer a vitimizar, mas a fazer a actualização publica do meu comportamento. Não me tornei VIP. VIP sempre fui, pelo menos para mim, sempre fui a pessoa mais importante do Mundo.
O meu tempo encontra-se cada vez mais prenchido, o blogue cada vez é uma parte mais pequena da minha imensa vida e no entanto está a crescer imenso assim como a minha dedicação a ele, tenho pelo que faço aqui um grande amor e respeito, portanto, é para ser levado com seriedade.
E como tal, não podem haver priveligiados, existem sim pessoas que cooperam comigo, onde existem relaçoes reciprocas, amizade, leitoras muito queridas que adoro. E um dever imenso de me preocupar com o que é realmente importante e não com revirar a casa para procurar agrados para quem depois não valoriza minimamente.
Quando digo valorizar, não espero dinheiro, nem beijos, nem bens.
Espero apenas lealdade, frontalidade e transparencia.
Os tempos que se avizinham serão tensos, mas passarão depressa, queira Deus, o Santiago será operado, e outras situações terão de ser resolvidas. Uma vez que sempre mantive uma postura muito aberta com os leitores, não partam do principio, que por vos contar o creme de rosto que coloquei , conto todos os passos que dei durante o dia. Significa isto que as mudanças  de humor que demonstro não são laivos de loucura. E ainda que fossem, tinham um piadão;)
Beijinhos a todos e obrigada por me aturarem !

Mesmo que amanhã o discurso vá na direção oposta;)

post signature

You Might Also Like

6 comentários

  1. E é por tudo isso que cá continuo, mesmo que não tão presente como em outros tempos... Sempre te disse que chegarias muito longe neste mundo da blogosfera, isso porque és honesta, dizes o que pensas e é por seres assim, "assumidamente diferente" que tanto gosto de cá vir e ler estes teus "devaneios".
    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  2. Apoiado a cem por cento! Eu também já começo a aprender porque sofro do mesmo mal...tudo o que posso dar, dou sem pedir nada em troca...mas depois quando vejo que a maior parte que se aproxima é apenas por interesse então aí ponto final, mudar de capítulo! Felizmente tenho uma intuição muito apurada que me faz topar essa gente à distância e, depois, se há coisa que detesto e repugno veementemente é a ingratidão e falsidade! "Ai não tenho nenhuma palete" e quando vais a ver comprou o ultimo modelo do S5...já não há pachorra para esta gente...isto não é casa da mãe joana...se querem pedir que vão à junta de freguesia ou a associações da terra! Eu já começo a abrir os olhos...mais vale tarde do que nunca...mas sei que nunca irei perder esta vontade de dar mas agora apenas a quem faz por o merecer...a quem me acompanha...a quem me ouve....a quem me dá a mão... a quem me aconselha...a quem está comigo em todas as horas...a quem segue o meu trabalho...a quem o critica pela positiva ou negativa, adoro criticas construtivas...no fundo, a quem está lá e cá dentro no coraçao!

    ResponderEliminar
  3. Entendo perfeitamente a situação e não penalizo nada, ate acho que tens razão, existem sim pessoas que merecem mas claro tambem é verdade que existem outras que "se fazem de..." e depois luzem outras riquezas. Enfim apartes que não contam, tu es uma grande blogger e mereces tudo o que tens e o que ganhas ;)
    Sobre as mudanças de humor eu tambem sou assim mas dou sempre a desculpa das hormonas :P

    ResponderEliminar
  4. Na tua frase: "Tenho perfeita noção que mais de 70% dessas pessoas podiam muito mais que eu, e posso afirmar que a mesma percentagem me virou costas, porque o "encosto" é um vicio, e quando paras de dar, levam-te a mal." tenho a dizer que cada vez entendo menos o ser humano...Quem são estas pessoínhas que acham que tens o dever de seja o que for para com elas?
    Para mim, quero que sejas quem tu és, que continues desse lado a escrever o que te der na telha. Quem não gostar, que meta à beira do prato. Passatempos e prémios são apenas veículos para mais adesões ao blog de quem depois quiser ficar. Não tenho vergonha de dizer que foi o meu caso. Uma Framboesa identificou-me numa publicação de um Giveaway e cá estou eu: TOP Comentadora ;) Bjs, SU.

    ResponderEliminar
  5. És uma inspiração, e digo-te isto desde o primeiro dia em que te falei. Sem me conheceres de lugar algum, respondeste às minhas dúvidas e amparaste-me no meu inicio. Continuo a ser muito pequenina neste mundo dos blogs e é com grande orgulho que digo que és como minha madrinha. Nunca te negas a ninguém, se não dás mais às pessoas porque não podes. E por isso mesmo acho muitíssimo bem que mudes a tua atitude, te assegures de que quem te rodeia não está contigo por interesse. Quanto ao resto minha rainha guerreira é a tua transparência e o teu lado humano, este tão à vontade que tens para com os leitores que tornam na pessoa fantástica que és. Obrigada por tudo e força, sabes que no que puder fazer estou aqui <3

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário!