Coisas de Gente

Coisas de mães, pais e filhos

junho 25, 2014

Quando planeamos ter um filho...não! Nunca planeei propriamente ter um filho.
Posso ter sonhado em ser mãe. Mas ambos "aconteceram" , e foram muito desejados apartir do momento em que soube que os esperava. Na verdade, por mais que uma mulher deseje , ambicione, ou mesmo planeie e aguarde uma criança, nunca estara preparada , nem sabe aquilo que a espera.
Uma grande parte de nós nasce com o instinto de proteção.Os nossos pequenos seres, são tudo para nós.
Tenho alguma dificuldade em cortar o cordão umbilical que me prende aos meus, mas creio que jamais o cortarei completamente. Já tive duas situações de saúde muito complicadas, e quando pensamos que algo nos poderá acontecer, o nosso pensamento vai para "o que será dos meus filhos sem mãe?". Acredito que até aí uma mãe ou um pai continua por eles, estando cá, lá, sendo alma ou espirito ou o que quiserem chamar,  mas a força do amor é sempre mais forte.
Hoje vim de uma reunião escolar. Raramente falo no meu filho mais velho, para o proteger, por razões que já referi aqui no blog, e o professor disse-me que o malandro, andou a sentir-se mal na escola, porque não ia almoçar, para poder gastar o dinheiro em outras coisas. E então fez um acordo com ele que ou almoçaria no refeitorio ou me contaria .
Reservo-me ao direito de não gostar deste acordo. Tinha preferido saber naquela altura.
Mas resultou, o professor ganhou a confiança do meu filho e este começou a almoçar todos os dias convenientemente.
Saber isto destruiu-me. Pode ser uma coisa pequenina, mas apartir do momento em que este tipo de situação deixa de fugir ao nosso controlo, dilacera-nos.
O meu filho anda a passar fome porque quer e ninguem me diz nada?
Em casa fica 2 horas na mesa, é o habitual.O Henrique odeia comer desde que nasceu.
Era muito pequenino e as primeiras palavras dele, em pesadelos eram de "nao penxes que me obligas a come odeio come".
Senti-me perdida. A mãe mais impotente do Mundo, que quando vai para a escola tem que se meter na mochila do filho para poder controlar se este se alimenta...
Até que saí do meu pequeno ...grande mundo e me apercebo dos mundos dos outros pais.
Um dos pais chorava porque a filha da mesma idade do Henrique lhe tinha atingido o plafond do cartão de credito. A mesma pedia-lhe um "pépel"já que nao podia ter um cartão de crédito.
Outras mães pesarosas porque os filhos não tinham passado de ano,  e que tambem nao se alimentavam na escola.
Pré adolescentes a cheirar a tabaco.
E o mais que não me passa pela cabeça mas eu já fervilho.
Ai a adolescencia!
Está quase aí!

-Mas professor! Ainda ontem saí da minha adolescencia!-disse eu ao professor do Henrique que se riu divertido.
Não, mães e pais.Nunca estamos preparados,
E daqui para a frente, duvido que a tarefa seja facilitada.
So espero que não me peça "pepels" nem cartoes de credito que a mãe dele ainda agora aprendeu a fazer mbnets e não esta para se por em aventuras...
Sim. Na minha adolescencia dei os meus primeiros beijos, fumei os meus primeiros cigarros.
Ai meu Deus...tanta asneira boa que fiz na minha adolescencia que não quero que o meu filho faça!
Afinal... sou mãe ou humana?


post signature

You Might Also Like

10 comentários

  1. Ser mãe é uma das melhores coisas que me podia ter acontecido na vida, apesar de não ter sido planeado foi muito querido e amado desde o momento que soube que estava gravida.

    ResponderEliminar
  2. Ai nem me digas nada.... eu tenho um na adolescência e já ando doida com ele.... ainda ontem me ligaram a perguntar se sabia onde ele estava, pois é, estava eu descansada pois pediu para ir até à biblioteca municipal para estar no computador e na volta andava a passear pela vila com um grupinho que deixa muito a desejar.... resultado, levou um raspanete de tal ordem que hoje andava mansinho, mas não teve ordem de ir ter com os "amigos".
    E ainda agora começaram as férias!!!!

    ResponderEliminar
  3. Para mim ser mãe é algo que admiro e respeito muito...é uma responsabilidade enorme, monstruosa...Não é algo que ambicione para mim, apesar de estar casada ha mais de 12 anos e caminhar para os 37...Nunca foi algo com que sonhasse e se vier a ser mãe será muito, muito planeado...talvez por isso ainda-ou nunca-tenha sido, porque não me imagino nesse turbilhão de emoções! Mas quem o é, e maravilhosa cm tu pareces ser, tem todo o meu carinho, respeito e admiração.

    ResponderEliminar
  4. Ser mais é uma enorme responsabilidade, mas também uma bênção! São eles k nos dão forças , é por eles k vivemos e respiramos. <3

    ResponderEliminar
  5. Ainda não passei por essa experiência, mas acredito que é uma enorme benção e privilégio. Parabéns a todas as mães, porque são mulheres valentes!

    ResponderEliminar
  6. Acho que ser mãe é maravilhoso e mesmo que seja planeado, é sempre uma nova aventura todos os dias ao lado dos pequeninos. Tens uns filhos lindos :))

    ResponderEliminar
  7. Como adorei ler este post.... Como me revejo no que dizes.. Adoro acompanhar-te. Continuo a conhecer-te enquanto leio os teus posts mais antigos :) Obrigada por estares cá :*

    ResponderEliminar
  8. Adorei este post. Sabes que à coisa de um mês fui chamada à escola precisamente pelo mesmo, porque o meu filho não andava a almoçar no refeitório, e eu não entendi porquê...dou-lhe dinheiro para as senhas e para ele comer alguma coisa no bar...questionei-me...afinal onde é que eu errei? Perguntei-lhe e ele disse-me que o comer no refeitório é intragável!!! Comida mal cozida, sem sal, e que detesta comer lá, então prefere, ir ao bar comer uma sandes ou uma tosta!! E eu perguntei-lhe porque raio não me tinha ele disto nada, e ele diz "não sei"...Ou seja, temos uma relação super boa, e ele esconde-me uma coisa destas! Falei com ele e combinamos que a partir de agora quando ele vê que a comida é "razoável" come lá, e quando acha que não é, eu deixo feito em casa e ele vai a casa almoçar. E assim tem sido e corre bem. Mas, como tu dizes, eu fui chamada para isto, no entanto havia lá pais com problemas bem mais graves, faltas às aulas, saídas da escola sem se saber para onde vão os "miúdos" Muito tabaco e álcool, problemas graves de disciplina....meu deus!! Assustador...mesmo!!!!

    ResponderEliminar
  9. És uma grande mãe e um grande ser humano!!

    ResponderEliminar
  10. És mãe e humana linda!! Eles vão cometer erros, nem sempre vais puder lá estar para eles, mas eles crescem e vão-te dar muitas alegrias com o seu crescimento, nunca estarás fora da vida deles =) =)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário!