100 Contexto

Libertação

junho 13, 2014

...mas eu sou as minhas palavras...ou talvez eu seja um pouco do tanto que elas são.
Se Deus fala ao homem atraves dos seus mensageiros, do "homem da pena" , e eu faço parte desse rol de iluminados... não sei ainda se é um Dom ou uma cruz (uma pena).
Não sei se a multiplicidade do meu ser comportará dividir entre os meus muitos "eus" os ecos que vierem da minha escrita.
Quase me apetece apelar que escrevo mal!
Estarei a ter ciumes de mim própria por rasgarem mais elogios ao fundo da minha alma escondida que à Marta Solar que todos os dias qualquer que seja a disposição vos tenta animar ou dar razões para serem felizes?
Que lado lunar é este que todos temos em comum então?
E é aqui que a Humanidade dá as mãos.
Reconhecendo -se num código que desperta emoções e sentimentos. E isso...todos temos.
Todos ja sofremos. Todos já provamos lágrimas e todos já ansiamos a felicidade suprema com tal força que quase foi real...
Escrever...ajuda a arrumar pensamentos. Assim como qualquer homem de artes arruma os seus enquanto se expressa, libertando o que conteve.
E esta é a maior forma de liberdade que conheço.A arte.Seja pela escrita, musica, pintura, desenho, escultura, trabalhos manuais...
Encontra a tua arte...liberta-te!
post signature

You Might Also Like

3 comentários

  1. Desde que encontrei as minhas artes a minha vida mudou para melhor!!! Gostaria era de ter mais tempo para colocar todas as ideias em pratica mas aos pouquinhos vou lá chegando!

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro escrever! Desde criança 8/9 anos k escrevo poemas. Quando estou triste e na escrita que me liberto, é algo indescritível!

    ResponderEliminar
  3. Sem dúvida que a escrita é, para mim, a melhor forma de me libertar! É uma forma de deitar 'cá para fora', tudo o que nos vai na alma :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário!