O sistema que não surpreende

junho 19, 2014

O que me assusta no Mundo , não são os gritos dos injustos. 
As acusações dos arrogantes do costume, de quem sobe agarrado a cunhas, sem qualquer esforço, ou de quem se cola feito emplastro, e a custo vai saltitando de degrau em degrau, não por mérito, mas por ter habituado a retina do espetador.
E de emplastros fazerem-se passar por sabios, ou sabichões, espertos, nabos, nabiças, ou outro tipo de leguminosas.
O que me assusta, é o silencio dos justos. O silencio de quem acaba por encolher os ombros, cansado e saturado de tudo o que se vai repetindo.
Mudam-se os nomes, o sistema repete-se. O veneno está institucionalizado e, é nos pedido que esperemos.
Até a poeira baixar.
Até que apareçam novas vitimas e que os cobardes do costume, que não conseguem obter sucesso e se escondem, ataquem sem piedade, se lembrem de sugar o sangue de mais alguem.
É assim sempre e em tudo.
A vida toda é sempre assim. Esperar que a onda rebente, para corrermos , avançar antes que venha uma maior de novo.
Para passar a zona de rebentação.
Sempre fui de andar de espada em riste, a defender os pobres e oprimidos,mas chega uma altura que me reservo cada vez mais e preciso da minha paz, da minha solidão. Da minha distância de uma confusão criada por quem não tem vida, e deve ter como vida a tentativa de destruir tudo o que os outros têm e de querer tudo o que os outros possuem.
Como diz uma grande amiga minha, a maior crise é a de valores. 
Sem duvida.
O que será deste país quando essas criaturas que já julgam tiverem verdadeira idade de julgar?
Serão provavelmente reus.
É impossivel transferir experiencia para alguem que não a tem. Seria com certeza menos doloroso.
Aprender doi.
E aqueles que não aprendem com os erros dos outros , irão aprender com os proprios erros.
Foi mais uma das minhas divagações...
A verdade é que posso até ficar calada, não significa que esteja chateada, mas que observo.
E observo tudo sempre tão igual...
É incrivel quão previsiveis  são as pessoas...
as atitudes más nunca me chocam.
As atitudes corretas, essas sim, têm o poder de me surpreender. Mas escasseiam.
E o Mundo não está para surpresas.
Que o próximo post seja mais animado!
Encham a vida de surpresas!~


post signature

You Might Also Like

8 comentários

  1. Tens tanta razão em tudo o que dizes, Martinha... De facto, tal como referiste, a maior crise é a de valores. Cada vez mais estes tendem a perder-se. A educação é o berço de tudo e essa, infelizmente, nos dias de hoje é pouca ou nenhuma também!
    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Gostei e mais uma vez estas correcta. Parece k os valores se perderam no tempo. Eu não sou apologista daquela frase:olha para o que eu digo não para o k eu faço. Tudo o k tento ensinar aos meus filhos baseia-se no respeito e na ajuda. Não basta dizer: temos de ajudar os outros. Temos sim de efectivamente ajudar, e isso é algo k eles ja presenciaram várias vezes. Nós temos o poder de mudar esta sociedade pobre em valores, comecemos por educar os nossos filhos ! Eles são o futuro!

    ResponderEliminar
  3. Não podia estar mais de acordo com tudo que escreves-te...

    ResponderEliminar
  4. Você está muito certa! Exatamente como me sinto e infelizmente, as "surpresas" são cada vez mais raras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é feliz ter que sentir isto pois não? Infelizmente...

      Eliminar

Obrigada pelo teu comentário!