100 Contexto

Se tu te dás

junho 16, 2014

Curioso o rumo que o blog está a levar. Para alem de milhares de leitoras diarias, fieis, que passam a pente fino os artigos de beleza, passatempos e as narrativas da alma, temos agora uma fatia masculina enorme que nos segue e para meu orgulho envia mails a sugerir temas, uns porque se identificam, outros porque dizem compreender assim melhor o universo feminino.
Ontem , um dos leitores pediu-me um tema especifico.
O amor não correspondido.
Vou confessar que desde que atingi a idade adulta que é algo que desconheço.
Tenho em mim que o amor platónico é acima de tudo masoquista.
Observo diáriamente  quem ama sem ser amado.Dedicando a sua vida a quem  despreza este sentimento.
Ninguem é obrigado a amar ninguem sem retorno nem por obrigação.
Mas existem castelos no ar que deviamos excluir da nossa vida.Pelo sofrimento que nos causam.
Ha 10 anos atras vivi uma historia bonita. Era solteira.Apaixonamo-nos.
Durou meses, e ficou eternizado na minha memoria.
Muito tempo depois, a pessoa em questao apareceu ainda revestida pela aura especial que só quem nos conquista tem.
Infelizmente conseguiu destruir com atitudes e palavras todo um passado.
Não se volta ao sitio onde  fomos felizes .
Gostaria de conhecer um unico homem para quem o amadurecimento do ser fosse mais importante que a celulite ganha com o passar dos anos.
Nós, mulheres apaixonamo-nos por palavras, atitudes, olhares, gestos.
Detestamos homens que queiram ser nossos donos, mandar em nós, que façam birra, que nos contrariem para provar a sua inteligencia ...não é assim que medimos a inteligencia de um homem...
As mulheres celebram os  "sins" do amor.
O amor não correspondido é falta de amor próprio.
Perda de tempo.
Amo-me de mais para perder tempo a ser devota a quem me despreza.
"Vou lutar por ele" ouço por aí. E existem uns quantos que por insistencia acabam por ficar com quem os escolhe.
Eu penso que o Amor é algo muito mais especial.Não deve ser forçado mas tem que ser reciproco
.
post signaturequ

You Might Also Like

7 comentários

  1. O que dizes reflete a tua experiencia, por isso falas muitas vezes em "nós mulheres"...confesso que não me revejo.Já tive amores (quer dizer na volta não era amor mas na altura pensei que sim) não correspondidos e embora a distância me pareça absudo e pouco racional, na altura era o que era, sente-se, não se prepara, constroi... desconfio que se possam criar barreiras para não se sofrer de tal mal (e olha que sofri marta...e qd digo sofere sofri na pele, em termos fisicos e mentais...)...Nunca as criei, pelo menos não voluntariamente...só assim conheci a pessoa que mais amo na vida (a par dos meus pais)...Se algum dia deixar de ser reciproco, o meu amor vai-se manter mesmo que não correspondido, nem imagino outro cenario, para mim não faz sentido, pq apesar d emuito controladora em relação a tantos outros sentimentos - sou fria mesmo não parecendo- se ha coisa que não controlo é este meu sentimento por ele. (Nota-se que estou a destilar de saudades??????)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu ja sofri. Mas decidi nao sofrer mais. "Nos mulheres" temos que aprender a lutar quando vale a pena e nao por tudo o que mexe Framboesa. O "Framboeso"ta contigo desde sempre. Não é um chico esperto.Foi isso q quis dizer.

      Eliminar
  2. O meu marido é o homem que amo! Mas se um dia ele decidir k já não sente o mesmo por mim ele é livre de ir embora. .. como digo sempre:" casei com ele para o fazer feliz!" Se ele não se sentir feliz, não o vou prender, isso não e justo. Mas não gosto de pensar nisso, amo-o o muito e tento prova-lo sempre.

    ResponderEliminar
  3. O amor não correspondido é falta de amor próprio.

    ResponderEliminar
  4. INSISTIR no amor não correspondido é falta de amor próprio. Concordo. Andar atrás até que a outra parte ceda, continua a ser amor unilateral. Eu não conseguiria viver assim, nem de um lado, nem do outro. "Amor não é olharmos um para o outro, é olharmos juntos na mesma direcção" já dizia Antoine de St Exupéry...

    ResponderEliminar
  5. O amor é a força mais poderosa de todo o universo e continuo a acreditar nele porque felizmente vivo rodeada por ele! Claro que como toda a gente ja passei os meus dissabores, as minhas desilusões, mas quando encontrei a minha alma gemea a vida passou a fazer um sentido diferente! E acreditem que existe a nossa outra metade..pode demorar a aparecer (eu esperei 33 anos) mas quando aparece....aiiii somos as mulheres mais felizes do mundo. E assim é a felicidade---simples afinal----

    ResponderEliminar
  6. gostei mesmo muito da tua opinião, apesar de ter sofrido um amor não correspondido na adolescência, que me fez ser um pouco do que sou hoje, e de gostar de conquistar, não gosto de me sentir a presa, quer dizer, a quem estou a enganar! não gostava! pois tb tenho uma relação longa e já há mts anos que não sofro desse mal,foram piores os desgostos de amor, ai se foram!!!!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário!