Wisdom is The New Black

agosto 15, 2019

A Internet, mais precisamente as redes sociais têm criado verdadeiros monstros sociais.
E não quero dizer com isto que sejam pessoas que magoem fisicamente os outros.
Mas, tenho a certeza que não sou a única a pensar assim.
A Internet veio abrir portas que antigamente estavam sempre fechadas.
Hoje em dia, se alguém quer chamar a atenção a uma celebridade( ou não) basta ir para a sua conta numa  rede social e fazer como assistimos diariamente . Vomitar críticas acerca de tudo. Críticas, insultos. Sabemos que o povo só se mete com quem se expõe.
Se dantes tínhamos o acesso vedado a certas pessoas, hoje em dia tornou - se tão normal a exposição que as pessoas sentem - se à vontade para criticar. Pessoas que antigamente iam para a janela ver os carros que os vizinhos têm, a roupa que vestiam, a quantidade de vezes que saíam , com quem saíam .
E depois há as" pseudo celebridades". Que tantas vezes se tornam "famosas" pela manipulação óbvia. Por falarem nas próprias desgraças e exporem em detalhe tantas vezes as suas vidas e as dos outros com pormenores aterradores porque sabem que isso de alguma forma lhes dará "lucro". Ou pelo menos alguma "fama". Todos somos curiosos, toda gostamos de ver a "casa a arder", amamos ver situações ridículas nem que seja para nos espantarmos com a falta de noção uns dos outros. A culpa não é apenas das tontinhas ( verdade, na maior parte das vezes são mulheres) que se vitimizam ou vangloriam e conseguem ter pequenas multidões a dizer " és uma grande mulher porque eu já senti isso". A culpa é de todos nós que confundimos empatia com admiração. Empatia no sentimento que alguém demonstra. Sentimentos que podemos exteriorizar sem tentar manipular. Sem fazer circo. Sem ser ridículo. Infelizmente a noção é diferente para cada um de nós. E a sensatez é escassa.

Mete-me algum "nojinho" ver a forma como algumas pessoas se aproveitam da desgraça alheia.


You Might Also Like

1 comentários

  1. Realmente ha gente ke nem vale a pena comentar.
    Eu kuando nao gosto de alguma coisa simplesmente passo e nem momento, ao menos nao crítico nem deito para baixo a pessoa.
    Gostei do post kerida.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário!