Beleza

Rejuvenescer sem Cirurgia ( nem fillers)

julho 26, 2019

Mais ou menos por altura em que começaram os filtros do FACEAPP que notei nas fotos do  “antes” em como a minha pele estava baça , as rugas que até há pouco não existiam estavam agora muito pronunciadas e fiquei assustada porque de repente parecia mesmo ter 42 anos.  Não tem mal o nosso aspeto ser coerente com a nossa idade cronológica, no entanto, comparativamente  há uns meses atrás notei  uma diferença gigantesca.

Falei com uma amiga no instagram sobre esta minha insegurança e ela alertou -me para algo que eu, que me achava bastante entendida em pele, desconhecia.

A pele tem um sistema de renovação interno que atua mais ou menos a cada 28 dias; as células mortas que formam o estrato córneo , corneócitos,  não são mais que queratinócitos sem núcleo, que  vão subindo até à superfície e largando queratina no processo. 
Quando atingem a superfície, formam um género de película unida entre si como uma rede, por uns “ganchos”, os corneodesmossomas.
Na altura da renovação, a pele produz enzimas que vão “partir “ esses ganchos e dissolver os queratinocitos.  E se numa pele jovem a necessidade de esfoliação é mínima  uma vez que tem enzimas que trabalham a 100% , com o processo de envelhecimento este cenário muda, essencialmente pela falta de hidratação, uma vez que as enzimas precisam de água para trabalhar.
A sua ausência resulta em capas e sobrecapas de pele morta, resultando num aspeto de pele sem brilho, aumentando a aparência das rugas. 
A nossa pele envelhece e em simultâneo fica mais espessa, tornando mais dificil a chegada das enzimas à superfície. Os peelings químicos e esfoliações enzimáticas são cada vez mais uma tendência, nesta nova era de cosméticos bastante acessíveis com concentrados de princípios ativos que ajudam nesse processo .
O problema são as concentrações .
O que resulta com uma pessoa pode não resultar com outra e eu recordo-me, a primeira vez que usei os produtos The Ordinary, que estão tão em voga, tive que os largar porque me provocavam uma ardência que não podia ser saudável na pele do rosto.  
Convém então seguir as indicações das marcas, na sua maioria aconselham a diluir os produtos nos cuidados de pele habituais, e começar sempre por baixas concentrações .
Tudo o que exceder os 15% deverá ser feito apenas em gabinete.
A ter em atenção que os tratamentos com ácidos , exigem sempre o uso de proteção solar total , e que  por segurança deveriam ser feitos na altura de menor radiação, sob o perigo de poder desencadear queimaduras na pele e despoletar ainda mais a formação de manchas . 

Tenho manchas na pele, sardas, tenho a pele muito branca ( ou tinha, agora sou da cor das sardas) , no entanto a minha pele é mista a oleosa. 
Tenho perfeita noção que aos 42 anos é normalissimo ter rugas. Embora , como já disse até há pouco tempo não tivesse nenhuma. 
Sei que existem mulheres que aos 30 anos já tem bastantes e não é isso que as torna menos bonitas. 
Não lido bem com o envelhecimento. 
Talvez por ter sido criada por idosos, e ter noção que a morte está mesmo ali ao virar da esquina não sou capaz de viver tranquilamente com rugas. 

Seguindo o conselho da amiga que vos falei , comprei alguns produtos de limpeza com ácido glicólico e salicilico
Para além de serem bons para nos “tirar “ uns anos , uma vez que ajudam com a queratina acumulada controlam a oleosidade da pele. 
Rendi-me também ao ácido ascórbico, ou vitamina  C ,  ajuda com o seu forte poder antioxidante e luta contra as manchas. 
Volto a dizer que  com este tipo de produto é obrigatório o uso de protetor solar sempre , de factor elevado. 
Este ácido ajuda a estimular a produção de colagénio prevenindo e retardando o envelhecimento , reduzindo a flacidez.
 Atua nos melanócitos ( células que guardam a melanina) , uniformizando o tom de pele. 
Resta dizer que em casos de acne , rosácea, atopia ou sensibilidade devem consultar um dermatologista antes de se aventurarem no mundo dos ácidos,  para  evitar lesões na pele. 
Posso dizer -vos que a minha pele em menos de duas semanas mudou drasticamente para melhor. 
Está com um aspeto muito mais saudável e brilhante, sinto que rejuvenesceu no mínimo dez anos , as rugas desapareceram ( estavam acentuadas nas camadas de queratina e são agora imperceptíveis) e o tom do rosto está mais uniforme.
Tenho mais produtos que quero muito usar, alguns princípios ativos que sei que provavelmente me ajudarão nesta senda pela pele perfeita ( ou o mais perfeita possível tendo em conta o meu fototipo, características e idade ) mas vou aguardar para não fazer tudo de uma vez e  também porque alguns tratamentos dispensam de todo a radiação solar que se faz sentir nesta altura. 
Se acharem interessante posso colocar aqui todos os produtos que estou a usar , e para que serve cada um deles.



You Might Also Like

2 comentários

  1. Marta, coloque a lista dos produtos, por favor. Estou a precisar dar um trato desse género na minha pele...

    ResponderEliminar
  2. Olá Marta! Gostaria muito de saber quais os produtos que usa e como se utilizam. Obrigada!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário!