Com tecnologia do Blogger.

Ser Blogger em Portugal

by - abril 20, 2017

Ultimamente tenho ouvido e lido um buzz especialmente amargo sobre a blogosfera.
Diz -se que apenas os bloggers com fotos profissionais têm valor, que nem todos deviam poder ter um blog, que a maioria dos blogues são apenas publicidade.
Que existem demasiados blogues de beleza e moda, que não se deve blogar por dinheiro, por outro lado diz se que quem não cobra não valoriza o seu trabalho.
A preocupação maior parece-me ser a critica fácil. Porque ter um blog é quase como que pertencer a uma Elite e,vão nos dividindo entre as bloggers " brega" e as bloggers "Vogue".
Nos ultimos meses... ou anos , afastei- me deste tipo de polémica e diz-que- disse.
No inicio o importante era ter conteúdo, depois seguidores, depois visualizações, e agora aparentemente é preciso ter pedigree.
Vejo concursos de "Melhor blogue" promovidos para premiar a  " familia", agências que trabalham com bloggers cujos critérios se desconhecem e sinceramente, cada vez me envolvo menos nestas polémicas. Acho tolo que colegas de trabalho se vejam como "inimigas", quando uma blogosfera unida só daria mais força e credibilidade a isto que por alguns de nós já é visto como profissão.
Não escolho amizades pelo facto de ter ou não um blogue, não sou particularmente amiga intima de nenhuma blogger porque a verdadeira amizade e empatia não se dá apenas porque alguém faz o mesmo que eu.
Não me tira o sono o facto de existirem bloggers que comprem likes e seguidores no instagram, não me aquece nem arrefece se a X se casou, se a W foi apanhada alcoolizada a beijar um semáforo, se a Y se divorciou .
O que me deixa espantada é o facto de haverem pessoas com tanto tempo livre para o maldizer.
E isso, esse tempo livre, é algo que eu gostaria de ter.Ia usa-lo para ler, ver series, passear mais.
Essa ausência de direção na vida , de formação, espanta-me.
A verdade é que todos podemos ter um blogue, sim. Ou 20. Cozinheiras, padeiras, mecânicos, cangalheiros, todos podem ter um blogue.
E obviamente que podemos promover, divulgar, desabafar sobre as nossas angustias ou refletir sobre os nossos desejos.
Ou apenas fazer copy paste de poemas.
Ou fazer artigos sobre a poda ou a foda. Sei lá...
Mas, preocupemo-nos menos com aquilo que chamamos conteudo ou sua ausência num blogue.
Viver é tão mais importante que preocuparmo-nos com temas e posts de outros...
Sejam livres. Libertem-se de preocupações sem sentido.
Para quê ser plateia quando a cada um de nós foi dado um palco para vivermos?

You May Also Like

16 comentários

  1. Tão verdade ❤ dissest tudo o que eu ach

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que foste a minha primeira amiga blogger. 4 anos yeahhh e ainda te odeio como no inicio. Amor da vida.

      Eliminar
  2. Criei um blog sobre livro há pouco tempo e por isso tudo o que fala (ainda) me passa ao lado. Mas como leitora de alguns (poucos) blogues, sente-se essa "guerrinha" que há. E, claro, é sempre mau. Afinal a internet é tão grande, há espaço para todos. :)

    ResponderEliminar
  3. Estava neste exato momento a falar disto com uma colega quando vi esta partilha, estou completamente de acordo.

    ResponderEliminar
  4. Só descobri o blog da marta há pouco tempo mas já sou fã.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Cada um de nós tem valor, cada um à sua maneira..
    Não gosto muito desses concursos de "melhor blogue" - eu tenho um bom blog, à minha maneira, e assim sucessivamente..
    A blogsfera é grande, somos muitos, porque não partilhar e ajudar mutuamente?!
    Um Beijinho Grande Marta <3

    ResponderEliminar
  6. Apesar de ter começado o meu blog a pouco tempo, foi uma coisa que sempre me disse e digo aos meus amigos mais próximos, não quero entrar num mundo de competição doentia. Se eu criei um blog é porque disponibilizo tempo para ele, é porque me quero dedicar a ele. Gosto de escrever, gosto de moda, juntei o útil ao agradável e faço-o por gosto. Realmente já ouvi muitas vezes "um blog de moda? Agora parece o pão nosso de cada dia, o que não falta são blogs desses"
    Mas isso é óbvio, o que mais não falta são estudantes de medicina ou de outro curso qualquer e não é por isso que todos os anos deixa de haver novos alunos!
    Isto devia ser visto como um meio agradável, uma comunidade unida, mas enfim, por cá continuamos nós a fazer o que queremos e o melhor as vezes é mesmo estar no nosso mundo sem ouvir o mundo alheio.
    Um grande beijinho ❤️

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o melhor que podes fazer. Cerca te de pessoas positivas. Beijinho

      Eliminar
  7. Tão verdade, adoro adoro adoro o teu comentario! Acho triste quando não dão valor a blogs pequeninos (tipo o meu ehehe) que apesar de pequeno, exige sempre um certo esforço que pouco é reconhecido pelas pessoas. Obviamente que cada um tem o seu motivo para criar um blog, o meu é para mostrar aquilo que penso, sinto e gosto... Só é triste nem sempre darem valor aos pequenos blogs que tentam crescer para não terem "mais um rival", como se fosse alguma competição... Como dizes, devíamos de nos apoiar uns aos outros.

    Um beijinho,

    https://www.voochel.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Grande verdade Martita ....eu tenho um blogue,ainda muito pequenino,mas também não tenho particular interesse em torná lo gigante,fi lo por diversão,pk as minhas meninas acharam piada a mãe ter um blogue...
    Agora uma coisa é certa,não se pesa nem mede o valor de a pessoa apenas porque tem um blogue ou através da quantidade de seguidores...cada pessoa vale por si mesma...
    E tu,por exemplo és uma pessoa espectacular,que por acaso até é blogger...beijinho

    ResponderEliminar
  9. Não percebo nada de blogues, mas fizeram muito sentido as tuas palavras

    ResponderEliminar
  10. Concordo plenamente. Disseste tudo. Há espaço para todos. O importante é que haja respeito uns pelos outros.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário!