Com tecnologia do Blogger.

Ser Blogger em Portugal

by - quinta-feira, abril 20, 2017

Ultimamente tenho ouvido e lido um buzz especialmente amargo sobre a blogosfera.
Diz -se que apenas os bloggers com fotos profissionais têm valor, que nem todos deviam poder ter um blog, que a maioria dos blogues são apenas publicidade.
Que existem demasiados blogues de beleza e moda, que não se deve blogar por dinheiro, por outro lado diz se que quem não cobra não valoriza o seu trabalho.
A preocupação maior parece-me ser a critica fácil. Porque ter um blog é quase como que pertencer a uma Elite e,vão nos dividindo entre as bloggers " brega" e as bloggers "Vogue".
Nos ultimos meses... ou anos , afastei- me deste tipo de polémica e diz-que- disse.
No inicio o importante era ter conteúdo, depois seguidores, depois visualizações, e agora aparentemente é preciso ter pedigree.
Vejo concursos de "Melhor blogue" promovidos para premiar a  " familia", agências que trabalham com bloggers cujos critérios se desconhecem e sinceramente, cada vez me envolvo menos nestas polémicas. Acho tolo que colegas de trabalho se vejam como "inimigas", quando uma blogosfera unida só daria mais força e credibilidade a isto que por alguns de nós já é visto como profissão.
Não escolho amizades pelo facto de ter ou não um blogue, não sou particularmente amiga intima de nenhuma blogger porque a verdadeira amizade e empatia não se dá apenas porque alguém faz o mesmo que eu.
Não me tira o sono o facto de existirem bloggers que comprem likes e seguidores no instagram, não me aquece nem arrefece se a X se casou, se a W foi apanhada alcoolizada a beijar um semáforo, se a Y se divorciou .
O que me deixa espantada é o facto de haverem pessoas com tanto tempo livre para o maldizer.
E isso, esse tempo livre, é algo que eu gostaria de ter.Ia usa-lo para ler, ver series, passear mais.
Essa ausência de direção na vida , de formação, espanta-me.
A verdade é que todos podemos ter um blogue, sim. Ou 20. Cozinheiras, padeiras, mecânicos, cangalheiros, todos podem ter um blogue.
E obviamente que podemos promover, divulgar, desabafar sobre as nossas angustias ou refletir sobre os nossos desejos.
Ou apenas fazer copy paste de poemas.
Ou fazer artigos sobre a poda ou a foda. Sei lá...
Mas, preocupemo-nos menos com aquilo que chamamos conteudo ou sua ausência num blogue.
Viver é tão mais importante que preocuparmo-nos com temas e posts de outros...
Sejam livres. Libertem-se de preocupações sem sentido.
Para quê ser plateia quando a cada um de nós foi dado um palco para vivermos?

You May Also Like

12 comentários

  1. Tão verdade ❤ dissest tudo o que eu ach

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que foste a minha primeira amiga blogger. 4 anos yeahhh e ainda te odeio como no inicio. Amor da vida.

      Eliminar
  2. Criei um blog sobre livro há pouco tempo e por isso tudo o que fala (ainda) me passa ao lado. Mas como leitora de alguns (poucos) blogues, sente-se essa "guerrinha" que há. E, claro, é sempre mau. Afinal a internet é tão grande, há espaço para todos. :)

    ResponderEliminar
  3. Estava neste exato momento a falar disto com uma colega quando vi esta partilha, estou completamente de acordo.

    ResponderEliminar
  4. Só descobri o blog da marta há pouco tempo mas já sou fã.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Cada um de nós tem valor, cada um à sua maneira..
    Não gosto muito desses concursos de "melhor blogue" - eu tenho um bom blog, à minha maneira, e assim sucessivamente..
    A blogsfera é grande, somos muitos, porque não partilhar e ajudar mutuamente?!
    Um Beijinho Grande Marta <3

    ResponderEliminar
  6. Apesar de ter começado o meu blog a pouco tempo, foi uma coisa que sempre me disse e digo aos meus amigos mais próximos, não quero entrar num mundo de competição doentia. Se eu criei um blog é porque disponibilizo tempo para ele, é porque me quero dedicar a ele. Gosto de escrever, gosto de moda, juntei o útil ao agradável e faço-o por gosto. Realmente já ouvi muitas vezes "um blog de moda? Agora parece o pão nosso de cada dia, o que não falta são blogs desses"
    Mas isso é óbvio, o que mais não falta são estudantes de medicina ou de outro curso qualquer e não é por isso que todos os anos deixa de haver novos alunos!
    Isto devia ser visto como um meio agradável, uma comunidade unida, mas enfim, por cá continuamos nós a fazer o que queremos e o melhor as vezes é mesmo estar no nosso mundo sem ouvir o mundo alheio.
    Um grande beijinho ❤️

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o melhor que podes fazer. Cerca te de pessoas positivas. Beijinho

      Eliminar

Obrigada pelo teu comentário!